28 setembro 2009

Leave in pra todo cabelo
















Não é fácil escolher um leave in.

São duas as exigências: que trate (hidrate, nutra, proteja) e que não desabe o visual.

O leave in esta para o cabelo como o hidratante esta para a pele.

A função do leave in não é deixar os cabelos visualmente perfeitos, (isso é para finalizadores) e sim tratar; assim como o hidratante para o rosto que voce passa a noite, que não tem a função de te deixar linda na hora, e sim linda a longo prazo; Quem te deixa linda na hora é a maquiagem, o matificante, o primer.

Mas ultimamente o povo que fabrica leave ins está lembrando que a gente quer cabelo tratado mas bonitão afinal, quem aguenta tratar os fios mas ganhar de brinde um cabelo com visual pesado?

É muito pessoal a escolha do leave in certo.
Fora a escolha correta para seu tipo de cabelo (normal, oleoso ou seco) ainda tem juntar essa necessidade com o que voce quer ou faz do cabelo:
Alisa, tinge, faz escova, fica muito exposta ao sol, tem cachos, não quer volume, etc.
Assim, no mercado tem pra todo perfil: para cabelos coloridos, alisados, com proteção solar, com proteção contra o secador e chapinha, a prova d'água, para cabelos cacheados e assim vai.

-Se você usa secador com frequência, um termo ativado para ser usado com os cabelos ainda umidos seria o ideal, mas tem o risco de deixar a escova com os fios menos soltinhos.

-Se tem cabelos crespos ou cacheados e gosta deles assim, os leave in de textura mais dura como os tipo pasta podem desmanchar ou amassar os cachos. Passe nos fios ainda úmidos.
Se for para usar nos fios secos, prefira leave in líquido ou de textura leve.

-Se tem cabelos volumosos e foge da umidade, os leave in de textura líquida podem trazer o frizz e despertar as ondas. Nesse caso, os de tipo pasta ou creme seriam mais adequados.

Mas além disso tudo, ainda tem o que a gente mais teme: o peso.
Leave ins por mais adequados que sejam à sua necessidade pessoal, podem pesar e até deixar os fios oleosos. Por isso a escolha de acordo com o tipo de cabelo e o modo de uso devem ser totalmente levados em conta.
O modo de uso deve ser sempre do meio para as pontas. Jamais passar perto do couro cabeludo.
Quanto a passar no cabelo umido ou seco, eu pessoalmente só passo nele seco porque todos sem excessão deixam minha escova pesada caso eu passe no cabelo umido.
O único que não interfere muito na escova é o Ciment Thermique da Kerastase e o Matrix Relaxima que na verdade são defrizantes termo ativados, mas que acabam dando proteção e hidratação.
Mesmo que eu use defrizantes, após a escova passo uma gota de leave in.

Outra coisa que bom lembrar, é que não precisa passar leave in todo dia se não lavou o cabelo; o negócio é passar entre as lavagens.
Lava o cabelo e passa. Só volta a passar quando lavar de novo, senão acumula resíduos e pesa mesmo.

Eu costumo usar o Rd da Nppe e o Glossing Cream da Fekkai e semana passada comprei o da Lanza, Hair Protector.
Não gosto de usar um só, o cabelo cansa, tem que alternar as vezes.
O Rd é tipo pasta, o Glossing Cream é cremoso e o Hair Protector é um creme meio líquido.
O Rd hidrata bastante, mas não deixa o cabelo visualmente impecável, gosto de usar durante a semana.
O Glossing Cream abaixa os arrepiados pós escova, tira um pouco o volume e dá um brilho. Gosto de usar quando vou pra balada, deixa bem legal.
O Hair Protector Deixa macio, bem hidratado, gostei muito, já é um dos meus favoritos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As opiniões expressas pelos leitores são de sua inteira responsabilidade e não refletem necessariamente, a opinião do Blog Arrase e Case. Mensagens ofensivas não serão publicadas.